« Cidadão do Mundo. | Main | Somos Insignificantes. »

05-07-2006

Comments

wagner braga

Iria morar no berço da espécie humana,na Africa. (até que provem o contrário).

Para deixar de ser um número, uma estatística, um gráfico perante aos semelhantes. Iria conviver com os primos, conhecer o verdadeiro sentido de sobrevivência e talvés aguçar o instinto.

O ser humano pode ser definido em termos biológicos, sociais e consciência. Biologicamente, os humanos são classificados como a espécie Homo sapiens (latim para homem sábio, homem racional), sub-espécie Homo sapiens sapiens: um primata bípede pertencente à superfamília Hominoidea juntamente com outros símios: chimpanzé, bonobos, gorilas, orangotangos e gibões.

Os humanos adoptam uma postura erecta que possibilita a libertação dos membros anteriores para a manipulação de objetos, possuem um cérebro bem desenvolvido que lhes proporciona as capacidades de raciocínio abstrato, linguagem e introspecção. Uma teoria atual, proposta pela comunidade científica, aponta para o desenvolvimento do bipedalismo como uma resposta para a necessidade de corrida de longo percurso. Os humanos, pensa-se serem um dos poucos animais com tal capacidade. Outra teoria aponta o aparecimento do bipedalismo como associado à necessidade dos elementos desta espécie poderem observar as redondezas acima da vegetação alta (gramíneas) das planícies africanas.

Carlos Renato de Santana

Portugal.
Pela da língua Portuguesa, pelas ofertas de trabalhos que existentes e por se tratar de um País europeu.
Sei que a adaptação seria difíil, porém como aqui nada é fácil também, não custaria tentar.

Fabio

Pô, Wagner, você quer ir morar na África, só para parecer mais bicho?
O que te impede de ir?
Você leu a materia que fala do cientista que está desvendando o enígma da AIDS? Ele está na África!

Fabio

Portugal é um país pequeno, mas que tem carência de publicações, tanto que exportamos revistas brasileiras para lá.
Acho que há oportunidades de trabalho dentro das capacidades adquiridas e desenvolvidas aquí dentro da Vox.
Se é um ideal a ser atingido, acho perfeitamente viável ...

elen

eu iria para viena na austria ou na bratislava na eslovaquia! porque tenho muita vontade de começar do zero tudo, encarando dois desafios, o frio (que eu detesto) e o desconhecido povo/lingua/cultura. depois eu partiria para outros lugares...

Patricia Paiva Guedes

CANADÁ!

Pelo frio (que eu adoro!!!) pelas duas línguas (francês e inglês), pela oferta de trabalho para quem quer TRABALHAR, e principalmente pelo desafio da mudança radical... ( o que pra mim, que tenho receio de mudanças, seria um desafio e tanto!!! tenho o desejo de me colocar à prova).Mudar Td! e, acredito que seria bom tb para minha filha que ainda está em idade de ensino fundamental, ter a chance de ingressar em uma boa universidade e já falando duas línguas.

wagner braga

Pô, velinho, faleu pelo (só para parecer mais bicho?) mais, bele!!!
Sobre o que me impede de ir:
1º - Um carinha chamado Pedro Vinhato Braga de 1 ano e 7 meses. E sua mãe.
( e pode acreditar, a mãe dele ia adorar a idéia de morar lá ).
2º - Tem um refrão do hino nacional que diz
Terra adorada,
Entre outras mil,
És tu, Brasil,
Ó Pátria amada!
Dos filhos deste solo és mãe gentil,
Pátria amada,
Brasil!
Só que na real não é bem assim pois, Dos filhos deste solo a Pátria nunca foi mãe gentil portanto vai faltar recurso nessa empreitada e....... etc, etc e......
Aproveitando o espaço, vou comentar sobre ir para paises da Europa:
1º - No suposto conhecimento que nos brasileiros temos, eles foram e são os mestres
2º - Oportunidade de trabalho, caso o imigrante tiver um historico cultural semelhante e um pouco de, digamos sorte, pode ser que arrume algum trabalho por lá. Digo isso certo que, mesmo tendo cidadania italiana, sei que dificilmente arrumaria um emprego Nostra Italia, demais heim.... Tetra..... madona mia......
Mesmo a gente tendo uma classe dominante tremendamente picareta, no Brasil comida é barato e de resto a gente se vira.
Cientista na África? Até onde eu sei, já tem uns 4 anos que eles encontraram um fato incomum, onde mulheres expostas ao virus não se contaminam, possivelmente porque aquela comunidade em especial convive com o virus a milhares de anos, e o virús vive em simbiose com o hospedeiro. Ou seja (voce me mantem vivo que eu não te mato). É sobre o mesmo cientista que estamos falando?

Fabio

Não é sobre o mesmo cientista é sobre uma vacina.
O "bicho" é por causa do texto: aguçar instintos, homo sapiens, etc. não é para chatear.
Acho que vocês estão um pouco sensíveis, hein!

Tenho alguns parentes que foram para o Japao trabalhar - Dekasegui.
Eu perguntei para um deles, porque ir para o outro lado do mundo para trabalhar 15 horas por dia, ganhando mais, mas gastando muito mais.
Acho que se ficassem aqui e trabalhassem 15 horas por dia, teriam os mesmo rendimento.

A propósito você sabe para onde eu iria?

Edson Nunes

SE EU PUDESSE MORAR EM OUTRO PAÍS ?
BOA PERGUNTA,
Se eu pudesse morar em outro pais é porque crie condições pra issso. Entao porque não aproveitar essas boas condições aqui.
Li as opiniões dos colegas e as respeito muito. Percebi que eles estao preocupados com uma (melhor) condição de trabalho. Melhor entre aspas porque essa melhor condição é muito relativa. Temos tudo aqui no BRASIL, SIL, SIL.
Eu ficaria aqui. Conseguiria tudo aqui. Sairi daqui só pra passear. Gastar lá o que ganhei aqui. Dizer pra eles que estou me divertindo muito na terra deles através de tudo que consegui em meu pais, e um detalhe, dentro do meu país nao tendo que ser humilhado e nem trabalhar 15 horas por dia, que inveja pra eles

The comments to this entry are closed.