« O Poder da Impressão Digital, próximo webminar da VOX! | Main | Invisível ou Inesquecível? »

23-10-2006

Comments

Cae Seabra

Sendo bem rápido:
1 - Acredito que para manter um cliente precisamos ajuda-lo a ter sucesso. Mas muitas vezes este cliente esquece que ele deve ter sucesso, e acaba buscado apenas satisfação pessoal e carinho no égo.
2 - Tambem acho que devemos parar de fazer de nossa vida uma novela, só ver os problemas e não procurar as soluções. Todo mundo quer ser o coitado, sempre tem uma desculpa na mão. Sempre há um plano maléfico do universo que faz com que tudo de errado.
3 - Todo gerente busca um "revolucionário", ao menos na teoria. Mas, muitas vezes, se este "revolucionário" acaba se destacando demais, ou tendo idéias muito boas seu superior acaba por boicota-lo. Mais uma vez o problema do égo. Ainda não conheço nenhum gestor que aceite ter um subordinado mais competente que ele próprio. Normalmente quando o "revolucionário" dá uma idéia muito boa, o gestor diz que não é a hora, que não é o foco, e blábláblá. Depois de um tempo aplica a idéia e diz que é dele.
4 - Temos que ser mais científicos, parar de achar que somente a experiência da vida resolve tudo. Temos que estudar sempre. Aprimorar sempre. Aprender o novo.
5 - Ainda procuro clientes para meu produto. Ainda não cheguei ao ponto de poder criar produtos para meus clientes. Isso requer um comprometimento global da empresa e uma quebra de paradigmas muito forte.
6 - Acho que as empresas ainda sabem vender melhor do que contratam (pelo menos as empresas que eu conheço).
7 - Vou fazer um esforço sobre-humano, mas vou comer salada hoje.

PATRICIA

Resta parabenizar a objetividade do comentário acima e apenas complementar que: o estímulo não se aplica de forma unilateral, é preciso perceber que as pessoas buscam não só indicações do melhor produto ou serviço mas carecem de exemplos à seguir, uma referência. Todos gostam de receber um bom dia ou um sorriso! mas quem o dará primeiro? Uma frase que costumo dizer aos que reclamam: TODO MUNDO QUER "TER" MAS NINGUÉM SE HABILITA À "SER".O gestor é uma forte referência...

The comments to this entry are closed.